segunda-feira, 16 de junho de 2008

1º desafio

Se há passatempo que me agrada é formular novas teorias elaboradas a respeito de coisas banais - teorias da Bósnia - para quem ainda não está familiarizado com o conceito!
ljl
Por estes dias ando com dificuldade em encontrar respostas! Assim aqui fica o desafio... porque é que o Pinóquio mereceu transformar-se em menino de verdade e porque é que o Pedro não foi devorado pelo lobo?
ljljlj
Procuram-se teorias criativas e muuuuuuuito rebuscadas!
ljljljlklkç
kkçkç
O autor da melhor teoria terá o prazer de almoçar comigo aqui!

16 comentários:

Anónimo disse...

porque o que é hoje pode não ser amanhã e não é justo a condenação definitiva quando existe sempre a hipótese de fazer mais e melhor!
Note: só não se pode mudar o passado!!!
quanto ao almoço agradece-se a publicididade do local, que é fantástico!

Vanessa disse...

e se a tua for a melhor teoria? como sei quem devo levar a almoçar? :P

Anónimo disse...

O pinóquio mereceu ser menino, porque só se aprende, fazendo os erros, e não aprendendo com os outros. E assim ao ser menino, cresce, e crescendo... (já todos sabemos o que acontece).
Quanto ao lobo, e não ao pedro, aí está a questão, temos sempre tendência nas crises de insegurança a aliarmo-nos aos mais fortes, ou ao sentimento mais intenso, geralmente associado ao mal e não ao bem, mas para nenhum de nós, a digestão de um menino ao som de uma música tão bonita seria fácil, por isso o menimno fica com as carnes intactas e nós de consciência semi-tranquila.

Biscoita disse...

Eu cá tenho uma teoria muito mais simplista... O Pinóquio virou menino porque quando mentia, o nariz crescia...
E, ao fim e ao cabo, toda a gente gosta de um pau que cresça!!! :p

É um California Nood e um Yaki Udon pra mesa do canto, ó faxavôri!

Sara disse...

Bem, apesar de não estar na época de exames (época que normalmente me inspira) estou a fazer um trabalho, pode ser que resulte:

Apesar de toda a gente dizer que o pinoquio se transformou em menino por ter feito uma boa acção, não passa de uma grande mentira! Todos nós sabemos que as boas acções não levam a lado nenhum.
O problema é que a taxa de natalidade tem vindo a decrescer bastante nestes últimos tempos (e não interessa se o pau é grande ou pequeno, pq sendo de pau, não leva a lado nenhum!) e o senhor Presidente da República ficou preocupado. Ora se não nascem crianças, vamos ter de as criar! Mandou chamar a fada madrinha (ou madrinha é noutras histórias?) E toca a transformar os meninos de pau em meninos de carne e osso, para ter quem nos pague as reformas daqui a uns anos. Para além disso, a madeira facilmente fica com bicho e não fosse a ASAE achar que o bicho da madeira vai contra a legislação, vamos lá passar o pinoquio para um menino a sério!

Quanto ao Pedro e o Lobo... Não comeu o Pedro mas comeu o pato. Vejamos as coisas como elas são, entre comer o Pedro ou comer o pato, eu tb prefiro comer o pato ;)

Paulo Pereira disse...

Ora bem...
Sendo o tema interessante, senti-me compelido a dar a minha modesta opinião...
Considerando-me hoje um pouco mais crescido do que os tempos em que via o pinóquio, fiz um esforço por relembrar essas miticas histórias. Agora me apercebi do quanto nós somos ingénuos quando somos piquenos... Ora o pinóquio querer ser de carne, facilmente se explica com a sua entrada para a escola... Senão vejamos: zona pobre; estratos sociais baixos; pouco entretenimento (não havia tv!!!); resultado = SEXO Precoce. Ora vai daí, rapidamente percebeu os problemas de atrito do “Pau”, e tendo-se queimado numa noite de sexo ardente, a madrinha, concedeu-lhe a carne, que sempre resiste melhor a elevadas temperaturas... Ora e sai um chop soy!!! Vai buscar!!!
Relativamente ao Pedro e ao Lobo, de facto também fomos ludibriados enquanto crianças...
Senão vejamos. Qualquer animal, tendo a oportunidade de comer um humano, teria-o comido. Para um animal a relação é simples. Entre um humano e um pato, o humano tem mais carne!!! E ainda pra mais era uma criancinha... ia saber a leitão... Só que o que nós na altura não percebemos é que o lobo tinha uma consciência. Então o lobo, já um veterano, com larga experiência de vida e tudo mais, e ia comer um rapazinho?? Dava logo crime em alguns paises... e pior, é que segundo reza a história, o pato grasnou de dentro do lobo. Vocês conseguem imaginar o quão indegesto seria ter um humano a falar no estômago? Antes o pato... Já para não falar nas relações incestuosas que deviam existir naquela familia... Avô e neto a viverem sozinhos num campo russo?? Hmmm... eu se fosse lobo e tivesse consciência, não quereria perturbar o equilibrio da natureza!!!
E 2-0 ganha o nortenho! !! Sem apelo nem piedade!

Bjão

Vanessa disse...

Sabes que se a tua teoria for eleita a melhor tens que viajar 300 km para almoçar comigo???

E já agora... e que tal uma criancinha a falar "à Porto" dentro do lobo que tipo de maleita achas que daria? hein?

Tiago disse...

o Pinóquio era claramente um assexuado frustrado.

Farto de que a Branca de Neve gritasse "mente cabeça de pau, mente!!" e do Super Homem se queixar das farpas de madeira que já eram sua imagem de marca, aquele que foi o "Funcionário Moviflor Maio 2007" e o melhor marcador do Paços de Ferreira na Época 03/04, vendeu a alma ao Diabo em troca de o tornar num menino de modo a que tivesse... uma Pila!

Na verdade não o mereceu, antes pelo contrário, foi castigado: o menino cresceu, chama-se José Sócrates e a sua orientação sexual contínua a ser caracterizada pela indiferença à prática sexual.

O Pedro tinha dificuldades em sair do armário, ora então vejamos:

Começa quando deixa a porta do jardim dos fundos aberta, um claro convite à penetração anal de um qualquer transeunte;

De seguida vai discutir com um passarinho (homem que é homem discute com um leão ou um urso, passarinho é coisa de veado!);

Quando o Lobo engole o Pato, o Pedro... pede ajuda ao passarinho, imagine-se!;

Para acabar em beleza quando os caçadores, másculos, vão matar o Lobo, o frouxo do Pedro não deixa e leva-o para o Jardim Zoológico!!!

Lobo que é Lobo não come o Sócrates, perdão, o Pedro! De valor é a atitude deste que "engole" o Pato ao invés de o "cuspir" para o lado!

Ide em paz e o Nood me acompanhe!!!

Paulo Pereira disse...

Claramente que um tripeiro no estomago é algo que poucos querem ter. Isto porque até os mais rudes seres biológicos que habitam o nosso intestino e que digerem a comida, se deveriam sentir insultados pela linguagem pouco amistosa que certamente utilizariamos. Uma coisa posso garantir... a digestão não ia ser fácil! Senão, basta ver aquele caso que se fala em algumas tascas, entre o benfica, o porto, e a champions. Ora a águia de bucho cheio, acabou por ter uma paragem de digestão. A ver se a águia não ficou sexualmente prejudicada... ai não que não ficou. Toma que já embrulhaste!

2º ponto, percorrer 300Km para almoçar, é de facto um feito louvável, que eu só estaria disposto a realizar, talvez para comer leitão ou porco preto... Já para ir almoçar contigo, até em inglaterra o fizemos, por isso não vão ser uns meros 300Km que nos vão afastar!!! ;)

Sara disse...

Mas que é isto de me fazerem frente???

Se alguém aqui é a croma das teorias da bósnia, sou eu!!!

Tens de impor um prazo vanessinha, para eu saber quanto tempo tenho para formular uma nova teoria :)

Vanessa disse...

Tens toda a razão Sara... então amanhã as 14h37 termina o prazo de envio de teorias :P está bom assim?

Tiago disse...

para quereres fazer uma nova teoria é pq já dás a tua como perdida??? fraquinha... :D

Anónimo disse...

QUE GANHE A SARA PORQUE O NOOD É MESMO PERTINHO DE ONDE EU TRABALHO... E ASSIM EU JUNTO-ME A VOÇÊS, PARA MATAR SAUDADES...
COIOTE DISTRAÍDA

Inês Mega disse...

Pois bem, tenho para mim que este é mais um exemplo de "e viveram felizes para sempre", (até porque não tenho tempo para coisas muito elaboradas).
Desde que Pinóquio e Pedro se avistaram, de cada lado do seu conto que se apaixonaram perdidamente. Mas a impossibilidade de ficarem juntos, ou assim o pensavam, levou a que fossem tomadas medidas: Gepeto levou o Pinóquio ao psicanalista, e ao fim de 12 anos de divâ, e muitos milhares de euros na conta do analista, a mudança à muito pretendida deu-se, e o pau virou seios perinasais à séria, com ranho dos verdadeiros. Já do outro lado do conto, Pedro e o Lobo optaram por terapia conjugal, e contrariamente ao que se pensa, esta nem sempre leva à reconciliação, e neste caso foi mesmo divórcio, Pedro estava livre para amar Pinóquio, e assim foi. Um dos amores mais bonitos dos contos infantis, mas que devido aos preconceitos sociais, ficou descrito como "e viveram felizes e recalcados para sempre"!
Anos depois soubesse-se que Gepeto e o Lobo se encontraram ocasionalmente no Clube da Esquina, mas ainda não tive acesso aos pormenores escaldantes, nem aos capítulos seguintes. Lamento desiludir quem já estava a salivar por mais uma eventual love story.

ps: quem não souber o que é recalcado que vá ao dicionário. Não há tempo para colocar aqui a definição. As minhas desculpas.

Sara disse...

Claro que não dou a minha como perdida, mas depois de ler as "teorias" dos outros é muito mais fácil ter inspiração! Só por isso eu devia ter mais pontos!!!

E sim, por mim, mesmo que a vitoria não seja minha, almoço no nood para a semana :)

Vanessa disse...

Findo tempo de reposta fiquem a aguardar a decisão do juri :D